segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Homem é flagrado na RN 233 pela Polícia Militar de Campo Grande portando entorpecente




Na tarde deste domingo (26), os polícias da 3ª Companha de Polícia Militar de Campo Grande, do 10º BPM, deram prosseguimento aos trabalhos de blitz nas rodovias que cortam o município de Campo Grande, na Região Oeste do Estado do Rio Grande do Norte.


Uma guarnição sob o comando do Sgt. Tarcio Fernandes, realizava abordagens na rodovia estadual, RN 233, entre as cidades de Campo Grande e Caraúbas, por volta das 14hs, quando em uma das vistorias, um motorista que passava pelo local identificado por “Hugo” foi flagrado com certa quantia de substancia ilícita (um frasco de Loló).


Em contato com a reportagem do site Icém Caraúbas, o Sgt. Tárcio Fernandes informou que o caso será registrado na Delegacia de Polícia Civil, já que é um registro de um fato tipificado como infração de menor potencial ofensivo e será feito um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

O frasco de Loló que foi encontrado com Hugo










 
 
Ícem Caraúbas

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Suspeito de matar sargento da PM em Ceará-Mirim é preso em Natal

O homem foi preso na manhã desta sexta-feira (24) em Natal.
Sargento Botelho foi morto no último dia 20 com tiros pelas costas.
Do G1 RN
Quatorze pessoas foram mortas em Ceará-Mirim após morte de PM (Foto: Mirella Lopes/Inter TV Cabugi)

A Polícia Militar prendeu, na manhã desta sexta-feira (24), um homem suspeito de participação no assassinato do sargento da Polícia Militar, que foi executado com tiros pelas costas na noite de segunda-feira (20), em Ceará-Mirim. O homem foi detido na estação de trem do bairro da Ribeira, Zona Leste de Natal.



O sargento Jackson Sidney Botelho Matos, de 42 anos, trabalhava no 11º Batalhão. O sargento Botelho não estava trabalhando quando foi assassinado. Homens armados se aproximaram em um veículo e dispararam nas costas do policial, que estava em uma lanchonete. Ele morreu no local.

De acordo com o delegado Júlio Costa, adjunto da Diretoria de Polícia da Grande Natal responsável pelas investigações, o suspeito está sendo levado para Ceará-Mirim. "Ele está sendo conduzido, mas não temos muitas informações. As investigações estão caminhando, estamos trabalhando e avançando", explicou.

Investigação
Ao G1, o delegado geral da Polícia Civil do estado, Claiton Pinho, disse que ainda é cedo para afirmar se os crimes têm relação com a morte do sargento. "Não podemos dizer que foi coincidência nem afirmar que foi uma retaliação à morte do policial militar. Isso,só com o avançar das investigações poderemos responder", reassaltou.
Sargento Jackson Botelho foi assassinado na noite
da segunda Grande Natal (Foto: Divulgação/PM)

Matança
Somando com a morte do PM, são 15 assassinatos registrados em Ceará-Mirim em apenas dois dias. Os 14 homicídios aconteceram entre a noite da segunda-feira (20) e madrugada desta quarta (22). E, coincidência ou não, ocorreram todos após o assassinato do sargento.

"Alguns corpos têm marcas de tiros nas mãos e braços, numa reação típica de defesa. Mas todos eles, sem exceção, têm perfurações de tiros na cabeça. São todos crimes com característica de execução", disse a perita Lydice Guerra, diretora da Criminalística.

Outras nove vítimas da matança também já foram identificadas. São elas:
Emanuel Klaiton Silva de Andrade, de 18 anos;
Kleberson Wendel Pereira da Silva, de 25;
Eudes Costa de Andrade, 40;
Adelmakson Nascimento Sena, 25;
Marcos Antônio de Oliveira, 34;
Luciano Duarte Júnior, 27;
José Soares da Silva, 17;
Marcílio Maurício Damasceno do Nascimento, de 24 anos;
e Jacson Sidney Botelho Matos, cuja idade não foi divulgada.

Questionada à cerca de uma eventual represália por causa da morte do sargento, a assessoria de comunicação da Polícia Militar disse que a corporação só vai se pronunciar após a conclusão dos inquéritos.

Morte de policiais
Em janeiro deste ano um PM foi baleado e morto durante um assalto a uma joalheria que fica dentro de um shopping na Zona Norte de Natal. Daniel Oliveira Pessoa foi atingido por três tiros, um na cabeça, um no pescoço e outro nas costas. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital.

Vem chegando: Integração do São Francisco: Água chega à penúltima estação do Eixo Leste

"Velho Chico" já avançou 163 km e restam apenas 53 km para beneficiar a população de Monteiro, na Paraíba
Brasília - DF, 24/2/2017 - As águas do ‘Velho Chico’ chegaram, nesta sexta-feira (24), à quinta e penúltima estação de bombeamento (EBV-5) do Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco, em Sertânia (PE). Com este avanço, faltam apenas 53,5 quilômetros para que este Eixo cumpra um dos seus objetivos: levar a água do rio até o açude Poções, em Monteiro (PB), para atender a população paraibana. Depois, a água seguirá pelo rio Paraíba até o reservatório Boqueirão, para reforçar o abastecimento em Campina Grande (PB).

A previsão é beneficiar o município de Monteiro já no mês de março. A quinta estação elevatória (EBV-5) vai bombear a água do ‘Velho Chico’ em mais 41 metros de altura, o equivalente a um edifício de 13 andares. Depois, por gravidade, as águas seguem até a última estação (EBV-6) do Eixo Leste. Antes de chegar ao seu destino final, no açude Poções, em Monteiro, passam por mais dois reservatórios (Campos e Barro Branco), um túnel e uma adutora.

O Eixo Leste do projeto vai beneficiar os estados de Pernambuco e Paraíba. O trecho capta água do ‘Velho Chico’ no reservatório de Itaparica, em Floresta (PE), e atravessa três municípios pernambucanos: Betânia, Custódia e Sertânia.

Executado pelo Governo Federal, o Projeto de Integração do Rio São Francisco é a maior obra de infraestrutura hídrica do País. O empreendimento vai garantir abastecimento regular de água a 390 municípios do Nordeste, que sofrem com a irregularidade de chuvas e enfrentam longos períodos de estiagem e seca. Serão beneficiadas 12 milhões nos estados de Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte. Fonte: Repórter PB

Caicó: MPRN expede recomendação à polícia para conter poluição sonora



Autoridades policiais civil e militar na cidade devem apreender veículos emitindo som em volume capaz de incomodar o trabalho e o sossego alheio, comum próximo a bares, nas ruas e praças públicas



Veículos que forem flagrados emitindo som em volume capaz de incomodar o trabalho e/ou o sossego alheio, independente da época em que a Lei Estadual nº 6.621/94 for infringida, deverão ser apreendidos pelas autoridades policiais Civil e Militar na cidade de Caicó. Este é o principal ponto da recomendação expedida pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por intermédio da 3ª Promotoria de Justiça.


Tem sido comum no Município que bares e eventos utilizem aparelhos de som em volume superior ao permitido pela legislação estadual, bem como que pessoas estacionem seus veículos nas ruas e praças públicas, abusando do som amplificado – muitas vezes, fazendo uso dos chamados “paredões de som” – em qualquer hora do dia ou da noite.


O abuso do som alto perturba o sossego e o descanso das pessoas que moram nas localidades próximas a esses locais e, o que tem sido pior, não raras as vezes, com a conivência dos proprietários dos estabelecimentos. A unidade ministerial tem registrado várias reclamações nesse sentido, principalmente, feitas por idosos, doentes ou de seus familiares.


Como essa prática se acentua durante períodos festivos, a 3ª Promotora de Justiça expediu a Recomendação considerando que o Carnaval realizado em Caicó atrai considerável número de turistas e que a festividade ocupa vários pontos na cidade, nos quais os abusos em relação à poluição sonora são cometidos.


Assim, a orientação do MPRN aos policiais do Município é que flagrando-se um veículo onde o condutor abusa do volume de som a autoridade responsável pela apreensão deverá encaminhar o infrator à Delegacia de Polícia Civil, para as providências de praxe. Sendo possível desconectar o som do veículo sem danos, no momento da ocorrência, a autoridade policial poderá se restringir à apreensão da aparelhagem sonora.
Tanto o veículo quanto a aparelhagem sonora apreendidos somente serão liberados mediante autorização judicial. Caso o responsável pelo veículo não atenda à determinação da autoridade policial, esta deverá, além de apreender o veículo, autuar o infrator também pelo crime previsto no art. 69 da Lei nº 9.605/98, cuja pena é de detenção de um a três anos, além de multa.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Prefeito Amazan tem versão confirmada pelo Comandante da PM de Jardim do Seridó





O comandante da 2ª Companhia de Polícia (2º CPM), de Jardim do Seridó, Capitão Mikael confirmou em áudio que circula nas redes sociais a versão dada pelo prefeito Amazan Silva sobre o episódio de um Paredão que estaria ultrapassando o limite de som nesta terça em Jardim do Seridó.

“Em nenhum momento houve isso de Amazan ter dito que quem mandava na cidade era ele, foi uma versão sensacionalista que deram ao fato”, disse o Comandante Mikael. Falou que o prefeito explicou ter sido ele que autorizou o aumento do volume do som, e sugeriu que ele e não o vereador proprietário do Paredão, respondesse pela infração.

Na versão do prefeito, o que houve foi um mal entendido. “Quando cheguei ao ginásio para participar do arrastão, não sabia que o capitão Mikael tinha mandado baixar o som do Paredão que estava nas proximidades para animar a festa, eu achei que a determinação partiu por causa das aulas do CEFE, pois o vice-diretor pediu pra falar com minha coordenação para baixar o som para não atrapalhar as aulas. Quando cheguei vi que as aulas tinham sido encerradas, então eu disse para aumentar o som. Não sabia que o comandante da PM tinha mando baixar o som pouco tempo antes de chegar. Ele ouviu o som alto e entendeu que tinha havido um desrespeito a sua ordem e conduziu o vereador até Companhia, conversaram e depois o liberou. Me ofereci para ir com o vereador na viatura da polícia para esclarecer melhor as coisas, já que estávamos conversando no meio da rua, o comandante disse que eu fosse no meu carro, chegando lá tudo foi esclarecido”, disse Amazan.
Fonte: Jair Sampaio

Ex-presidiário é morto a tiros em Felipe Guerra, RN



O ex-presidiário mais Marcelo Rodrigues de Oliveira, de 30 aos, foi morto agora a pouco no município de Felipe Guerra, região oeste do estado, segundo informações, Marcelo tinha acabado de deixa a delegacia da cidade e seguia caminho sua casa na comunidade de Pindoba.


Na Delegacia de Polícia de Felipe Guerra, Marcelo cumpria Pena como preso do Semiaberto, a noite ele dormia na delegacia e saia pela manhã para passar o dia em casa.


O mesmo foi surpreendido no Caminho entre a comunidade de São Lourenço e o Município de Felipe Guerra, segundo informações o crime aconteceu próximo a uma Bueira, o corpo de Marcelo se encontra no local e aguarda a chegada da equipe do ITEP para remoção do cadáver.


Outros detalhes do homicídio já já…




Em 2013, o GTO de Apodi, em patrulhamento pela Zona Rural de Felipe Guerra, mas precisamente no Sítio Pindoba, se deparou com a pessoa de Marcelo, portando uma espingarda cal. 12, de fabricação caseira. O acusado foi conduzido para a delegacia de policia civil de Apodi para a realização dos procedimentos legais.


Marcelo no ano de 2009, foi acusado de praticar assaltos no trecho entre Apodi e Felipe Guerra. Com o acusado foram apreendidos armas, munições, notebook, moto e vários outros objetos.




Fonte: Santana Noticia

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Operação "Pula-pula" - Policias Civil e Militar de Pau dos Ferros prendem suspeita de homicídio


Na tarde de ontem, 14, policias civis e militares de Pau dos Ferros realizam a prisão de Francisco Lucas Ferreira do Nascimento, "Lobão" de 23 anos, residente do bairro Manoel Deodato em Pau dos Ferros.

Lobão é suspeito de ter participado juntamente com um menor, que foi preso no dia, do homicídio que vitimou o proprietário de um pula-pula que estava instalado na Praça de Eventos da cidade no último dia 05.

Testemunhas que foram ouvidas na delegacia afirmaram que Lobão e um menor, que já foi preso, se aproximaram da vítima e efetuaram vários disparos de arma de fogo.

A vítima não teve oportunidade de defesa e caiu sem vida no chão. No dia do crime a polícia fez varredura na cidade e prendeu um menor como suspeito.

Já Lobão, saiu pulando alguns muros em fuga e não foi preso. Hoje, várias viaturas cercaram o quarteirão, impossibilitando que Lobão pudesse fugir pulando os muros como da outra vez.

Lobão foi preso e ficará recolhido no Centro de Detenção Provisório de Pau dos Ferros à disposição da justiça.

Grupo Cidadão 190
Via: O Camera.